Nota de Esclarecimento do Deputado Federal Evandro Gussi à população

Leia na íntegra a nota de esclarecimento enviada pela assessoria do parlamentar.

Evandro Gussi

Na tarde de quinta-feira, dia 09 de fevereiro, o deputado federal Evandro Gussi enviou ao setor de jornalismo da Jovem Pan/Bom Dia Tupã, uma nota de esclarecimento sobre as contratações de sua esposa e de seu pai pelo gabinete do Deputado Estadual Reinaldo Alguz.  Leia a nota na íntegra:

“Tupã, 08 de fevereiro de 2018

Pessoas sem cautela e desprovidas de zelo com a verdade passaram a insinuar que haveria alguma ofensa ética no fato de, por um determinado período, antes de minha eleição para Deputado Federal, minha esposa e meu pai terem servido como assessores parlamentares.

Os fatos são simples: os próprios divulgadores reconhecem que não há qualquer ilegalidade. De fato, as contratações foram públicas e seguiram rigorosamente a lei. Obviamente, ambos cumpriram o que lhes fora proposto para a função. Tudo ocorreu em período anterior à minha investidura no cargo de deputado federal. Qual seria o problema, portanto? O fato de serem minha esposa e meu pai, dizem.

Estão absolutamente equivocados: foram contratados dois cidadãos brasileiros, no pleno gozo de seus direitos civis e políticos. A primeira possui duas graduações universitárias na área da saúde e é uma gestora reconhecidamente competente. O segundo é delegado de polícia aposentado, respeitado advogado em âmbito regional e professor universitário. Ambos, portanto, têm inequívoca capacidade para desempenhar as funções que lhes foram atribuídas.

A vida pública exige, e quanto a isso sinto-me muito confortável, transparência. Esta se manifesta na exigência de que os deputados federais apresentem sua Declaração de Imposto sobre a Renda ao Tribunal de Contas da União, o que tenho feito diligentemente. O patrimônio que possuo é fruto de uma vida de estudos e de trabalho árduo. Em 2014, o valor real dos meus bens, apresentado à Receita Federal do Brasil, somava R$ 446.065,62, o que é comprovado por minha Declaração em anexo. Ao lado disso, a mesma Declaração demonstra que pago mensamente prestações de financiamento imobiliário cujo valor total é de R$ 367.800,48, junto à Caixa Econômica Federal, utilizado para a construção da residência em que moro. Eis a verdade! O restante se divide entre informações distorcidas ou interpretações sem critério. Os promotores da infâmia, como é comum nesses casos, não trazem qualquer prova de condutas imorais ou ilegais: limitam-se a lançar suspeitas sem fundamento, buscam prejudicar reputações e esperam – quem sabe! – alcançar objetivos escusos com isso. Procuro não dar ouvidos a tais coisas, pois, em geral, as pessoas só podem oferecer o que têm. Justamente por isso quero, de minha parte, continuar a oferecer o que tenho: um imenso amor pelo Brasil, por sua história e por seu povo.

Deputado Evandro Gussi”

Foi enviada juntamente com a nota, a declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (exercício 2015 – ano 2014) do parlamentar para comprovar os dados citados no referido texto.